Estude na África do Sul

Um dos destinos de estudo mais populares na África.

Além de paisagens fascinantes e uma história admirável, a África do Sul oferece uma educação que é incomparável em sua profundidade e importância social.

Sobre a África do Sul

Com onze línguas nacionais faladas por uma grande variedade de grupos étnicos, paisagens magníficas e vida selvagem, a África do Sul pode ser considerada um dos países mais diversificados do planeta. Muitas vezes, sendo até conhecido como a "Nação Arco-Íris".

Localizada no extremo sul do continente africano, a República da África do Sul, tem uma população de 58.000.000 habitantes distribuídos em 1.221.037 km2 de terra. Além de fazer fronteira com a Namíbia, Botsuana, Zimbábue, Moçambique, Suazilândia e Oceanos Índico e Atlântico Sul, o país também circunda o reino de Lesoto.

A África do Sul tem três capitais: Pretória (o ramo administrativo), Bloemfontein (o judicial) e Cidade do Cabo (o legislativo). Além das capitais, Joanesburgo, a maior cidade do país, atrai muitos visitantes. Ou seja, os estudantes não têm escassez de opções quando se trata de opções de cidade para estudar.

A África do Sul pode atrair os estudantes que desejam uma pequena aventura durante seus estudos, tendo uma longa costa com belas praias, locais para escalar como a Table Mountain e muitos outros para explorar, como a famosa Garden Route.

O ensino superior é particularmente valorizado na África do Sul, uma vez que desde o fim do apartheid, o país tem se dedicado a produzir cidadãos responsáveis e socialmente conscientes. O corpo estudantil cresceu e tornou-se mais representativo aos cidadãos da nação e, por isso, nunca houve melhor época para visitar e estudar na África do Sul.

Cidades

Cidade do Cabo

Situada na base da Table Mountain, a Cidade do Cabo (ou Cape Town) é a segunda maior cidade da África do Sul, tornando-se o destino perfeito para os que buscam aventuras. A University of Cape Town é a principal instituição de ensino superior da cidade. A Cidade do Cabo é conhecida por seu porto, cenário natural na Região Florística do Cabo, e por pontos de referência como a Table Mountain e Cape Point.

Joanesburgo

A maior cidade da África do Sul por população possui uma atmosfera vibrante e multicultural que poucas cidades podem competir. Com um centro importante para o comércio e a indústria, Joanesburgo é uma das cidades mais prósperas e desenvolvidas da África, em parte devido à sua localização rica em minerais e o forte comércio de ouro e diamantes.

Pretória

Se pesquisa acadêmica séria é o que você procura, Pretória é o centro de referência acadêmica e em pesquisa na África do Sul. A Universidade da África do Sul, a maior universidade do continente africano com mais de 300.000 estudantes, está localizada lá, assim como a Universidade de Tecnologia de Tshwane, a Universidade de Pretória e a Universidade de Limpopo. A cidade também abriga a maior organização de pesquisa e desenvolvimento da África: o Conselho de Pesquisas Científicas e Industriais.

História, Cultura e Costumes

A recente história cultural e política da África do Sul foi definida pelo apartheid, mas graças ao trabalho árduo de Nelson Mandela e de muitos outros, a África do Sul tornou-se a Nação Arco-Íris, como é conhecida hoje em dia. Os estudantes internacionais ficam maravilhados com a maneira que a diversidade cultural do país cria uma nova narrativa nacional durante tempo em que estão em uma das muitas cidades bonitas do país.

Com aproximadamente 75.000 anos, a arte e a história da cultura sul-africana são marcadas por dinamismo e desenvolvimento constante, influenciando tanto outras culturas africanas como culturas europeias. Uma tradição que comprova que a arte da nação continua a evoluir até hoje.

A história social e política única da África do Sul contribuiu para obras incríveis nas áreas de literatura, música e cinema, incluindo as de Nadine Gordimer, J.M. Coetzee e Alan Paton. Os populares ícones culturais modernos incluem Neill Blomkamp, Charlize Theron e Elon Musk.

A cozinha sul-africana tem tipicamente como base a carne. O encontro social sul-africano é conhecido como braai,  uma variação do churrasco. A África do Sul também é uma grande produtora de vinho, com alguns dos melhores vinhedos nos vales de Stellenbosch, Franschhoek, Paarl e Barrydale.

Os esportes mais populares da África do Sul são futebol, rugby e críquete.

Ter onze idiomas oficiais pode preocupar alguns alunos, mas o inglês é muito comumente falado e quase todos os programas universitários são conduzidos em inglês. Você deve comprovar um certo nível de proficiência no idioma antes de ser aceito em um programa, essa pode ser uma ótima oportunidade para os falantes de inglês não-nativos praticarem e melhorarem suas habilidades na língua. Os outros idiomas mais falados são Zulu, Xhosa e Afrikaans.

Sistema universitário

A África do Sul abriga 23 universidades públicas, divididas em três categorias:

• Onze instituições tradicionais academicamente focadas
• Seis centros de tecnologia (technikons) oferecendo estudo vocacional
• Seis instituições abrangentes, oferecendo uma combinação dos dois itens acima.

Há também muitas universidades privadas adicionais, de muitos tamanhos, com uma variedade de focos educacionais.

Os rankings das universidades sul-africanas baseiam-se principalmente em rankings universitários internacionais, uma vez que atualmente não existe uma instituição de classificação universitária sul-africana.

A Universidade da Cidade do Cabo e a Universidade de Witwatersrand são, normalmente, as duas universidades mais bem classificadas do país. Outras altamente consideradas são: Universidade de Stellenbosch, Universidade de Pretória, Universidade de KwaZulu-Natal, Universidade de Joanesburgo, Universidade do Cabo Ocidental e a Universidade da África do Sul.

Geralmente, são necessários três anos de estudo em período integral para concluir um bacharelado e um a dois anos para concluir um mestrado. O ano acadêmico é dividido em dois semestres: o primeiro, do início de fevereiro até o início de junho, e o segundo que começa meados de julho e vai até o final de novembro.

Como acontece em países como Austrália e Nova Zelândia, aqueles que estudam na África do Sul não recebem uma nota geral para seu grau de bacharel com um nível de honra (como 2:1 ou 1). Em vez disso, após o terceiro ano de estudo, os alunos têm a opção de se formar com um diploma de bacharel ou fazer um curso de honra/especialização de mais um ano para obter sua certificação. Este é um ano extra de pós-graduação de estudo em que uma tese de pesquisa deve ser concluída na mesma área de estudo que o grau de bacharel do aluno.

A maioria das universidades na África do Sul oferece comunidades estudantis multiculturais, boas instalações acadêmicas, uma variedade de atividades sociais, clubes e bons sistemas de apoio para estudantes internacionais. Além das fronteiras do campus, muitas universidades na África do Sul também têm esquemas de voluntariado comunitário, oferecendo oportunidades para se envolver no desenvolvimento da área local.

Inscrições

As regras de inscrição dependerão da universidade ou da faculdade em que você se inscrever. Por isso, verifique o site da instituição para obter instruções mais detalhadas.

As aplicações devem ser feitas o mais cedo possível no ciclo de candidaturas, que começa em abril de cada ano. Normalmente, há uma taxa de inscrição para pagar e você precisará enviar evidências de seus registros acadêmicos.

Para um curso de pós-graduação, você precisará ter um diploma de bacharelado reconhecido internacionalmente e ter uma sólida formação acadêmica. A maioria das instituições aceita aplicações on-line.

Regulamentos de Entrada e Visto

Os estudantes que possuem residência permanente fora da África do Sul e não são cidadãos sul-africanos são obrigados a obter um visto de estudo após terem sido aceitos em uma universidade sul-africana. Ao receber o visto, os estudantes passam a ter permissão oficial para residir na África do Sul.

Para começar o processo de visto, o primeiro passo é fazer a solicitação na Embaixada, Consulado ou Alto Comissariado da África do Sul mais próximo de você. Como esse procedimento pode levar até oito semanas, recomenda-se iniciar o requerimento assim que possível, após a admissão em uma universidade.

Após emitido, o visto é válido para todo o período de estadia do estudante na África do Sul.

Documentos necessários para vistos de estudante na África do Sul:

• Passaporte válido
• Comprovante de pagamento da taxa de aplicação
• Carta de aceitação da universidade com duração do curso
• Confirmação de registro
• Certificado de Autorização Policial emitido por uma autoridade de segurança no país do qual um aluno está aplicando
• Certificado de vacinação contra febre amarela se o aluno estiver ou pretende viajar através de uma área endêmica de febre amarela
• Prova de acesso aos meios financeiros necessários, enquanto residir na África do Sul.
• Prova de cobertura médica
• Documentos de estado civil, quando aplicável

Taxas

Os cursos na África do Sul são consideravelmente mais baratos do que os dos populares destinos de língua inglesa da Europa e dos EUA. No entanto, as taxas variam muito entre instituições, cursos e até mesmo módulos, por isso, verifique com sua universidade escolhida os preços específicos.

Como acontece na maioria dos países, as mensalidades para estudar na África do Sul variam muito dependendo da universidade. A maioria das universidades, no entanto, cobra por módulo ou crédito. Em alguns casos, espera-se também que os estudantes internacionais paguem o dobro do valor que os estudantes sul-africanos devem pagar.

Há também alguns aspectos únicos da estrutura de taxas universitárias sul-africanas que os estudantes internacionais devem conhecer. Na maioria dos casos, bolsas de estudos e auxílio financeiro através da universidade são reservados para cidadãos sul-africanos. Os estudantes internacionais terão, portanto, que encontrar uma alternativa para financiar sua educação no exterior. Além da matrícula, os estudantes internacionais também devem pagar uma taxa internacional e uma taxa de inscrição para a universidade.

No entanto, o custo de vida na África do Sul é relativamente baixo em comparação com destinos como Europa ou América do Norte, o que torna a educação na África do Sul uma opção viável.

Custo de vida

O custo de vida na África do Sul é barato comparado aos padrões internacionais, mas os preços vêm subindo lentamente nos últimos anos. Os custos com comida e acomodação tendem a ser mais altos em cidades maiores como a Cidade do Cabo e Joanesburgo, onde a oferta de empregos é maior e os salários são mais altos. Embora o custo de vida seja barato na África do Sul em comparação com outros países desenvolvidos, deve-se levar em consideração a diferença da média salarial dentre eles. Na África do Sul, o salário médio mensal é de R16.190 (US$ 1134).

A tabela abaixo cobre os custos de vida mensais para a Cidade do Cabo.

Custo de Vida Mensal  South African Rand (R)  Dólares (US)
Acomodação (Centro da cidade)            11.000         760
Alimentação            1.500         100
Celular / Internet            800         55
Transporte            360         25
Lazer            500         35
Total            14.160         975


Trabalho

Os vistos para estudantes na África do Sul permitem que eles trabalhem enquanto frequentam a universidade. No entanto, existe a limitação de até 20 horas semanais de trabalho para os estudantes internacionais. A autorização de trabalho acompanha a validade do visto de estudante.

Acomodação

A maioria das universidades na África do Sul oferece moradia para estudantes. Estes podem ser dormitórios compartilhados, alojamentos ou quartos individuais. As acomodações estudantis geralmente podem ser oferecidas durante todo o semestre. Algumas também contam com planos de refeições e fácil acesso às cozinhas para estudantes. A moradia estudantil também pode ser uma boa ideia se você quiser participar de atividades sociais e integração com outros alunos. No entanto, certifique-se de aplicar a tempo para ter certeza de que você está garantido um quarto.

Sua outra opção é uma acomodação privada, que pode ser encontrada através de portais de propriedades ou agentes imobiliários. Mas seja cauteloso ao procurar, pois podem existir falsos anúncios.

Próximos passos

Se seu interesse em estudar na África do Sul tiver sido estimulado, considere quais cursos podem te agradar e, em seguida, explore onde você gostaria de ficar nesta terra excepcionalmente rica e diversificada.

Um bom começo será verificar os sites das seguintes instituições:

Universidade de Stellenbosch
Universidade da Cidade do Cabo
Universidade de Johanesburgo
Universidade de KwaZulu-Natal
Universidade de Pretória
Universidade da África do Sul
Universidade do Cabo Ocidental
Universidade do Witwatersrand

Quando você achar que encontrou a instituição que mais lhe interessa, considere o planejamento financeiro e entre em contato com a universidade para obter o melhor suporte.