5 maneiras fáceis de financiar seus estudos no exterior

Se você ainda não se registrou, junte-se a nós em uma das nossas feiras gratuitamente. Mais detalhes aqui

Antes de se mudar do seu país para estudar em outro, a questão que mais preocupa a maioria dos estudantes é “Como eu vou pagar tudo isso?”. Se essa for a sua questão, esse é o artigo ideal para você. Se não for, podemos dizer que você tem muita sorte e pode seguir seus sonhos sem tanta dificuldade. Em todo caso, é sempre bom saber cuidar melhor do nosso dinheiro, correto?

A dificuldade em aconselhar uma pessoa sobre os gastos de uma viagem, principalmente para o exterior, é que depende de várias circunstâncias pessoais, bem como o destino da viagem, qual a duração, entre outras coisas. Então tome esses conselhos como uma pitada de sal: eles são apenas algumas sugestões amigáveis e de alguém que já passou por isso.

Se você está pensando em estudar no exterior, visite a próxima feira de intercâmbio, o Salão do Estudante, que acontece em março em uma cidade próxima de você. Para mais informações, visite o site do Salão e registre-se.

Financiamento familiar

Se você é sortudo o bastante de poder ter apoio monetário de sua família ou entes queridos, você deveria dar um grande abraço neles e agradecer muito. Você pode fazer isso agora se quiser, nós ficamos felizes em esperar... Bom, tudo bem, agora que você já os abraçou você pode começar a pensar na melhor maneira de retornar esse investimento, bem como começar a ser mais independente e mais responsável nos seus estudos, para conseguir um bom emprego.

O empréstimo de um membro da família é sempre o método mais seguro de financiar seus estudos e eles geralmente são os menos exigentes em relação a um retorno. Mas você tem que ter cuidado. Isso é apenas um apoio e não é justo tirar dinheiro de ninguém sem ter um plano de pagar eles de volta um dia, mesmo sendo seus pais. Existem algumas maneiras de poder pagar eles de volta. Pense nisso!

 

Bolsas de estudo e financiamento estudantil

Bolsas, claro, é um bom jeito de economizar dinheiro. Algumas são como presentes da faculdade, dependendo do seu tipo. Algumas bolsas dão desconto parcial e algumas até total. Mas para consegui-las, vários fatores são considerados. Há várias pessoas concorrendo e é preciso se esforçar bastante. E para mantê-la também é bem complicado. Você tem que seguir as regras a risca se não você pode perder todo seu desconto. 

Há também opções de financiamento estudantil e empréstimos bancários. Mas não recomendo o empréstimo. Eles dão mais problemas do que solução. Já o financiamento estudantil é melhor verificar diretamente com a faculdade a opção que eles oferecem.

Em teoria, o empréstimo e financiamento só é interessante se você entra e sai logo em seguida. Não é algo que você queira depender sempre, considerando que você tenha que aplicar, caso precise. Bancos são legais quando eles sabem que você tem algum dinheiro entrando, mas são cruéis se você ficar muito tempo dependente, devendo tudo a eles.

 

Orçamento

Universidade é um ótimo período para curtir sua juventude. Mas tenha cuidado!

Há muitos lamentos envolvendo os tempos de faculdade. Talvez você tenha um parente que tenha dito que se arrepende de algumas coisas ou um professor mencionou algum arrependimento como ameaça para você se concentrar na aula. Eles não estão errados! Haverá muito que se lamentar sobre suas experiências, mas isso faz parte da vida. No entanto, existe uma diferença entre não ter beijado aquele(a) garoto(a) quando você deveria e pedir um empréstimo ao banco que você não pode pagar. Ou entre perder a data de entrega de um trabalho importante e não poder pagar suas refeições no próximo mês. Não é legal comer “miojo” todos os dias por meses. Digo isso por experiência própria.

Se você tiver uma boa quantia de dinheiro, faria bem economizá-lo. Pense primeiro. Você realmente precisa daquele tênis novo que está na moda? Você realmente precisa de um iPad para parecer legal mesmo que você já tenha um laptop e um iPhone? Em essência, você realmente precisa gastar todo seu dinheiro de uma vez só?

Economizar pode parecer chato e às vezes um desperdício, mas no futuro você será grato por poder pagar um almoço com os amigos num lugar agradável do que ter aquele tênis caro que você usou poucas vezes e agora já não serve mais. Além disso, ninguém está interessado no seu tênis.

 

Trabalho

Ah, o doce, doce alívio do inevitável. Conseguir um emprego é, naturalmente, o principal esquema de conseguir dinheiro que as pessoas têm e, em geral, o mais eficiente.  A não ser que você ganhe na loteria. Mas convenhamos que a probabilidade é muito pequena.

Muitos estudantes viajam com a expectativa de conseguir um trabalho e com a intenção de contar com ele para pagar seus estudos. Não estou dizendo que isto é uma má ideia, mas certamente exige uma reflexão mais rigorosa. Colocando as coisas em ordem, você não deveria confiar em uma fonte de renda que ainda está para ser confirmada. Primeiro você precisa checar se você pode trabalhar naquele país e ter um segundo plano, caso você não encontre nenhum trabalho.

Há muito que se considerar quando se candidatar para um emprego, especialmente em outro país. Um visto de trabalho é necessário, a não ser que o país não requeira. Um pouco complicado, né? A ideia principal é pesquisar muito sobre o assunto. É bem rápido e fácil achar as regras de visto de trabalho para determinado país na internet ou no consulado. Além de que isso vai te poupar de uma grande dor de cabeça no futuro.

Há também várias regras para estudantes que trabalham no exterior, como o número limitado de horas que se pode trabalhar ou épocas do ano e ocasionalmente requerimentos sobre a fluência na língua. Essas especificações variam de acordo com o país e são bem numerosas para serem detalhadas aqui. Se você tem alguma pergunta específica, guarde-a para perguntar aos representantes do Salão do Estudante ou, como alternativa, consultar o site do Governo do país que você deseja ir.

 

Persistência

Como você deve ter observado através dessas informações, eu tive alguma dificuldade com dinheiro no passado. Estou bem agora, não se preocupe com isso. Eu sei que não é incomum.  Então tente aprender com meus erros ou, pelo menos, considerá-los. Essas são lições muito importantes. Talvez a melhor maneira de aprender seja errando. Mas pelo menos leve em consideração o que eu disse nesse texto se você achar necessário. É mais fácil enquadrar essas questões quando se tem uma perspectiva, mesmo que seja de outra pessoa.

E peça ajuda se você precisa. Ter dinheiro é ter persistência e se assegurar que você não irá cometer erros. É como uma espécie de corda bamba. Apenas tenha a certeza de que se você cair tenha algo para te segurar. E nunca desista, mesmo com várias quedas. Se você tem uma meta na sua vida, tenha foco para conseguir atingi-la.

Se você ainda não se registrou, junte-se a nós em uma das nossas feiras gratuitamente. Mais detalhes aqui

Se você está pensando em estudar no exterior, visite a próxima feira de intercâmbio, o Salão do Estudante, que acontece em março em uma cidade próxima de você. Para mais informações, visite o site do Salão e registre-se.