Pedaço de paraíso em Portugal: conheça as nove ilhas dos Açores

Se ainda não colocou o arquipélago de Açores na sua lista de lugares para ir uma vez na vida, coloque. Com lagoas azul safira e verde esmeralda, uma geografia de tirar o fôlego, terras férteis, além de crateras vulcânicas, o conjunto de ilhas lusitanas tem ainda hortênsias, azáleas coloridas, igrejas do século XV e mansões majestosas. Com belezas naturais impressionantes, os Açores podem - e devem - constar nos seus planos de turismo e até de moradia em Portugal.

Localizado no nordeste do Oceano Atlântico, a cerca de 2 horas da Europa e 5 horas da América do Norte, os Açores são formados por nove ilhas, que estão  divididas em três grupos: o Oriental (ilhas de São Miguel e Santa Maria), o Central (ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial) e o Oeste (ilhas de Flores e Corvo). 

Com 2.333 km² de área total, as ilhas foram formados por atividades vulcânicas há mais de oito milhões de anos. Internacionalmente conhecidas pelas suas belezas naturais, elas são chamadas pelos portugueses de “pedaços do paraíso”. Por lá, as temperaturas são amenas o ano todo (variando, em média, entre 14°C e 22°C).

A região autônoma também pertence à República Portuguesa, fazendo parte da União Europeia. Com isso, o português é também o idioma oficial.

Principais cidades dos Açores em Portugal

O arquipélago dos Açores têm mais de 246 mil habitantes, distribuídos em 19 cidades. A maior delas é Ponta Delgada, localizada na Ilha de São Miguel, que também é a capital econômica do arquipélago. As outras capitais são Angra do Heroísmo e Horta. Dentre as principais cidades dos Açores em Portugal estão:

  • Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel e é a capital dos Açores;
  • Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira;
  • Ribeira Grande, na Ilha de São Miguel;
  • Praia da Vitória, na Ilha Terceira;
  • Horta, na Ilha Faial;
  • Arrifes, na Ilha de São Miguel;
  • Fajã de Baixo, na Ilha de São Miguel;
  • Lagoa, na Ilha de São Miguel;
  • Rabo de Peixe, na Ilha de São Miguel;
  • Rosto do Cão, na Ilha de São Miguel;
  • Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel.

Como chegar

A 1.206 km de distância da Ilha da Madeira e a 1.643km de Lisboa, as ilhas ficam próximos à região de Setúbal, no Sul de Portugal. Para além dos aeroportos internacionais de Santa Maria, Ponta Delgada e Angra do Heroísmo, existem voos para as ilhas (operadas pela companhia aérea regional TAP Air Portugal) e ferry-boats.

Gastronomia e artesanato

Manteiga defumada, pão de levedo, picles de beterraba e orelha de porco feita no vapor são alguns dos pratos que merecem ser experimentadas nos. Os cozidos de Furnas são o prato mais famoso do arquipélago. Nele, carne de boi, de porco, legumes e batatas são cozinhados juntos por horas em uma panela colocada em um buraco debaixo da terra, apenas com o vapor que vem das profundezas do planeta. 

Além do cozido, também são destaques na gastronomia regional o bife de alcatra, polvo cozido com vinho, queijos, além dos vinhos e licores.  

Já entre os artesanatos produzidos pela população são requisitados os cestos e móveis de vime, bordados e rendas, cobertores e colchas, além de flores artificiais feitas com escamas de peixe e cerâmica azul e branca.

As Ilhas

Como já falamos, o arquipélago dos Açores é constituído por nove ilhas, divididas em três grupos. Agora, vamos falar um pouco sobre cada uma delas. 

Grupo Oriental:

Ilha de São Miguel

Vamos começar com São Miguel, a principal ilha dos Açores. Mesmo sendo a maior ilha dos Açores, ela tem 15,8km de largura. Do alto das maiores montanhas é possível ver a imensidão do oceano dos dois lados. De comprimento, são 62,1km.

É em São Miguel que fica a capital, Ponta Delgada, cidade que tem o maior aeroporto da região e começou a ser habitada pelos portugueses a partir de 1400. Por lá, além de lusitanos, passaram também flamengos e espanhóis, conferindo aos nativos um sotaque peculiar.

A ilha se formou através de três grandes explosões, iniciadas há mais de oito milhões de anos, resultando nas principais áreas da ilha - e formando seus pontos turísticos mais conhecidos e visitados: as lagoas da Bacia das Sete Cidades, de Fogo e de Furnas.

Em meio ao verde, o local tem várias opções para quem busca atividades esportivas, como ciclismo, canoagem, montanhismo e caminhada, além de trilhas e passeios.

Ilha de Santa Maria

A cerca de 80 quilômetros de São Miguel está a Ilha de Santa Maria, que tem um pouco mais de 5,5 mil habitantes. Com 97 km², o seu ponto mais alto tem 587 metros de altitude: é o Pico Alto. Muitas das belezas do lugar podem ser vistas a partir de muitos miradouros. O Poço da Pedreira e a Praia Formosa são outros pontos famosos. 

Nesse mesmo local, a agropecuária e a pesca formam a principal base da economia local. O vinho é uma opção para quem curte degustas. O Poço da Pedreira e a Praia Formosa são alguns de seus cartões postais.

Historiadores acreditam que a Santa Maria tenha sido a primeira olha descoberta pelos portugueses nos Açores, entre 1427 e 1432.

Grupos Central:

Ilha Terceira

Segunda ilha mais habitada do arquipélago, com aproximadamente 55 mil habitantes, a Terceira tem 30,1 quilômetros de comprimento e 17,6 quilômetros de largura (401,9 km²).

Em 1983, o centro histórico da cidade de Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, se tornou Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco.

É também nessa ilha que estão referências arquitetônicas diretamente ligadas a Florianópolis, no Brasil. Por isso, elas também são chamadas de “cidades irmãs”.

Ilha do Faial

Com 19,8 quilômetros de comprimento e 14 de largura (173,1 km²), a Ilha do Faial tem como ponto mais alto o Cabeço Gordo, com 1043 metros de altitude. A cidade de Horta, famosa pela sua Marinha, inaugurada em 1986, fica nesta ilha.

A Marina da Horta, inclusive, é conhecida pelos seus murais coloridos, feitos à mão pelos marinheiros como símbolos de boa sorte. Na Horta, também tem o Museu de Scrimshaw, que abriga obras feitas com pedaços de baleias ou inspirados por esses gigantes do mar.

Ilha do Pico

Com 444,9 km² de área, a ilha do Pico abriga o ponto mais alto de Portugal: a Montanha do Pico, com 2351 metros de altitude. O  ponto abriga o vulcão de mesmo nome.

A ilha é rodeada pelo mar - onde golfinhos e baleias nadam tranquilamente nas águas azuis. 
A vinicultura picoense faz parte da Paisagem da Cultura da Vinha como Patrimônio Mundial da Humanidade.

Ilha de São Jorge

Com 54 quilômetros de comprimento e 6,9 quilômetros de largura máxima (243,9 km²), a Ilha de São Jorge tem uma longa e alta cordilheira vulcânica. Seu ponto mais alto, com 1053 metros de altitude, é o Pico da Esperança.

Com ótimos pastos, São Jorge possui um dos queijos mais saborosos de Portugal. A ilha também é conhecida por seu grande número de fajãs, pequenos terrenos férteis a beira mar que se formaram ao longo dos séculos a partir da própria queda de matéria das altas montanhas.

Ilha Graciosa

Com cerca de 4,5 mil habitantes, a Ilha Graciosa tem 12,6 quilômetros de comprimento e 7 quilômetros de largura (60,9 km²). Por lá, o destaque vai para a produção de carnes e laticínios.

Grupo Ocidental:

Ilha das Flores

Ponto mais ocidental da Europa, a Ilha das Flores tem 16,6 quilômetros de comprimento e 12,2 de largura (141,4 km²) e é famosa pelos seus campos de hortênsias. A população é de pouco mais de 4 mil habitantes. 

Em Flores, existem sete crateras vulcânicas que, ao longo do tempo, se transformaram em lagos. A paisagem é de impressionar: entre os pontos mais visitados está a Lagoa Funda. 

Flores ganhou um aeroporto e instalações portuárias nos anos 1970. Em 2009,  passou a integrar a Rede Mundial de Reservas da Biosfera da Unesco.

Ilha do Corvo

Com 6,24 quilômetros de comprimento e 3,99 de largura (17,1 km²), essa é a menor ilha do arquipélago dos Açores e tem por volta de 500 habitantes. A base da economia está na criação de gado.


Leia mais:

Quer estudar ou morar em Porto? Saiba detalhes sobre a segunda maior cidade de Portugal
Quer visitar, morar ou estudar em Alentejo? Conheça a maior região de Portugal
Conheça os encantos da região da Ilha da Madeira em Portugal
Algarve, o paraíso lusitano: um ótimo lugar para morar, estudar e fazer turismo
Estudar em Portugal: com o que devo me preocupar em primeiro lugar?
 
Ora pois! Gostou das dicas e informações e quer se manter mais informador sobre Portugal? Acesse o nosso site e aproveite a viagem.