Viver em Moscou: o que esperar

Os estudantes internacionais na capital da Rússia estão se preparando para a experiência das suas vidas.

Os estudantes internacionais que procuram estudar na HSE podem achar a ideia de viver em Moscou excitante, mas ao mesmo tempo desafiante, especialmente se eles nunca visitaram ou viveram na Rússia antes. Nós preparamos um pequeno guia sobre como são alguns aspectos da vida em Moscou.

Uma cidade limpa e bonita 

Moscou

Moscou é uma metrópole moderna e a maior cidade da Rússia com mais de 15 milhões de habitantes. Embora não seja a cidade mais antiga do país, ela tem muitos edifícios históricos, além de propriedades bem preservadas, como Kuskovo ou Ostankino, antigas residências de aristocratas russos. Há um centro movimentado e áreas residenciais tranquilas nos arredores. Em Moscou, você pode admirar a arquitetura antiga e a moderna, dar um passeio pelos seus parques ou alugar uma bicicleta e fazer um passeio ao longo do rio Moscou.

O que todos notam é que a cidade é muito limpa, graças à recente renovação. Gero Parzefall, graduado do programa de Mestrado em "Governança da Ciência, Tecnologia e Inovação" na HSE, disse: "Fiquei muito impressionado com isso. É definitivamente uma cidade que vale a pena visitar.”

Uma cena cultural vibrante

Moscou possui museus e galerias de arte de classe mundial que realizam regularmente excelentes exposições. Além do Museu Pushkin de Belas Artes e da famosa Galeria Tretyakov que estão no itinerário de todos, museus como o Museu do Impressionismo Russo, o Museu Judaico, o Museu de Moscou, o Museu de Arte Multimídia de Moscou, o Instituto de Arte Realista Russa, ou o icônico Museu Russo merecem uma visita. Para os freqüentadores de teatro e amantes da música, há muitas performances para escolher em qualquer noite. Além disso, o governo da cidade organiza regularmente festivais ao ar livre para os principais feriados nacionais.

A HSE também organiza muitos eventos, incluindo não apenas palestras, mas também concertos e competições esportivas. "Eu participei do torneio de basquete na HSE Day, e também do jogo de futebol na Secondary Football League of HSE, para o time ESN", diz Yiğit Tahmisoğlu, um estudante de intercâmbio da Istanbul Bilgi University. No HSE Day, que é tradicionalmente realizado em setembro, o Parque Gorky de Moscou se transforma em um campus da HSE por um dia, com atividades abertas a todos. Além disso, o ESN HSE organiza regularmente passeios pela cidade e passeios de um dia para estudantes internacionais para apresentá-los à cultura russa.

Pessoas amigáveis

Estudantes HSE

Os russos não são tão frios e distantes quanto os estereótipos levam a acreditar. "Como um europeu, você acha que sabe algo sobre a Rússia, mas na verdade não", diz Gero Parzefall. ‘’Você tem que visitar a Rússia para entender e experimentar completamente. Fiquei bastante impressionado com tudo aqui. Eu gosto da mentalidade russa e da abordagem para conhecer pessoas. No começo, as pessoas parecem muito distantes, mas assim que você conhece uma pessoa melhor, elas se abrem, tornam-se um bom amigo e o ajudam muito. Eu realmente gosto dessa forma de interação - é realmente honesta. Fiquei surpreso que todos aqui estão realmente interessados ​​em conhecer estrangeiros e conversar com eles.’’

Outra coisa que os estudantes internacionais notam é a diferença na medida em que as pessoas demonstram suas emoções. "Antes de vir para cá, sabia que as pessoas podem não rir ou sorrir tanto, mas isso não significa que elas não se divertem. Não presuma que as pessoas não gostam de você só porque não estão sorrindo. Não é assim. Prepare-se para isso ”, recomenda Tobi Brockmann, um graduado do programa de Mestrado em Governança da Ciência, Tecnologia e Inovações.

Estações desafiadoras

Moscou tem um clima continental com verões amenos e ocasionalmente quentes e invernos longos e frios. Você pode esperar para ver a primeira queda de neve em algum momento no início de novembro e a neve normalmente vai ficar por aqui até o final de março. Então, você deve vir preparado - você precisará de botas resistentes e um casaco quente. Não esqueça de gorros, luvas e um cachecol! Mas há boas notícias - você pode comprar roupas de inverno a preços razoáveis ​​em Moscou - confira nas lojas Decathlon ou Sportmaster.

Outra coisa que você deve estar pronto é a quantidade limitada de luz e sol nos meses de inverno - o sol se põe em torno das quatro horas da tarde. "Eu sinto falta dos dias mais longos e da luz do sol que temos em casa. Falei com outros africanos aqui e todos concordamos que o sol africano é diferente ”, diz Helena Wiehahn, uma estudante de pós-graduação da Stellenbosch University que passou um semestre na Faculdade de Ciência da Computação na HSE como intercambista. Se você vem de um país do sul com muito sol, você pode precisar de algum tempo para se adaptar a viver em Moscou. Todos os anos são diferentes, claro, mas um ano havia apenas seis minutos de sol em todo o mês de dezembro.

É fácil permanecer conectado 

Indispensável na era digital moderna, a internet móvel em Moscou é barata e eficiente. Também há vários pontos de acesso Wi-Fi em toda a cidade para que você não tenha problemas para se manter conectado. Há acesso Wi-Fi gratuito nos transportes públicos de Moscou, incluindo o metrô, o que é muito conveniente (mas note que só é acessível se tiver um número de telefone russo em funcionamento).

Charlie Song, um intercambista chinês, recomenda o uso de aplicativos de internet para obter comida, reservar táxis, fazer compras on-line e até mesmo solicitar um serviço de limpeza! ‘Eu definitivamente encorajo você a experimentar todos esses maravilhosos serviços on-line para aproveitar a conveniência da vida urbana russa moderna’.

A saborosa cozinha russa

culinaria russa

Como disse Amand van Rossum, estudante de mestrado da HSE, "embora as batatas sejam populares em muitos países, pratos como o ‘kasha’ (trigo mourisco e outras variedades) podem ser novidade para alguns. Não deixe de experimentar o borscht (a famosa sopa)! Se você preferir a culinária do seu próprio país, há todos os tipos de restaurantes em Moscou para escolher. Também é possível encontrar diferentes comidas étnicas em supermercados ou lojas especializadas, mas você pode precisar gastar algum tempo para encontrar o melhor lugar.

Poh Lyn Low, estudante de intercâmbio da Malásia, achou que não gostaria da comida russa, "porque sou uma verdadeira asiática que vive e adora comida asiática, mas gostei muito! Meus favoritos são o vareniki (bolinhos recheados) e o bolo de mel.
Outros pratos que você pode querer experimentar são pelmeni (bolinhos de carne recheados), blini (panquecas russas) com creme azedo e salada russa. Quanto às bebidas, não deixe de provar kvas, kefir e kompot (feitos com frutas secas). E não, os russos não estão sempre bebendo vodca e te perseguindo com caviar.’’

Existem várias cadeias de restaurantes que servem comida russa, mas você também pode gostar de visitar alguns dos mercados de alimentos ou shoppings de Moscou, como o Danilovsky Market ou o recém-inaugurado Depot Food Mall em Lesnaya para provar a culinária de todo o mundo.

O metrô: eficiente, mas lotado

metro na russia

A cidade é tão grande que às vezes leva um tempo considerável para ir de um lugar para outro. Os dormitórios da HSE e os edifícios do campus estão localizados em diferentes partes da cidade, então você terá que aprender a navegar pelo sistema de transporte público de Moscou.

O metrô é geralmente a melhor opção, com 12 linhas cobrindo toda a cidade. O aplicativo Yandex.Metro irá ajudá-lo a construir o seu percurso e calcular o seu tempo de viagem (outros aplicativos Yandex - Yandex.Maps, Yandex.Transport e Yandex.Taxi também serão inestimáveis ​​durante a sua estadia em Moscou). Os carros do metrô podem ser barulhentos e lotados, especialmente na hora do rush (mais de 9 milhões de pessoas usam o metrô diariamente), mas os trens circulam com frequência, com intervalos de menos de 1 minuto nos horários de pico e de 1 a 3 minutos em horário normal.